terça-feira, 19 de março de 2013

Cat Stevens - "Father and Son"



No Dia do Pai do Hugo, escolho uma musica com a qual eu embirrava há uns anos atrás. Achava este tema deveras conformista (e ainda acho um pouco), mas a diferença é que agora o entendo de uma forma não tão restritiva. Ouvindo hoje esta música, ela parece dizer mais do que aquilo que eu achava que ela dizia há uns anos. Para terem uma noção do quanto detestava este "Father and Son", eu chegava a compará-lo ao "Ninguém Ninguém" do Marco Paulo, isto baseado no argumento do conformismo! Para quem não saiba, nessa interpretação, Marco Paulo eleva a voz para dizer que "Ninguém Ninguém, poderá mudar o mundo"! Esse excerto de berraria MarcPauliana chegou a servir para um Tempo de Antena do PSR (Partido Socialista Revolucionário), para se demonstrar precisamente o contrário daquilo que o cantor gritava. Comunicação política que na altura me agradou substancialmente, tendo, inclusive, esse Tempo de Antena gravado numa cassete vhs perdida cá por casa.
Stephen Demetre Georgiou achou por bem ter o nome artístico de Cat Stevens, com o qual vendeu imensos discos, mas com a conversão ao Islão em 1978, voltou a alterar o nome para Yusuf Islam.
Este tema faz parte do álbum "Tea for the Tillerman" de 1970.
Papá, esta música é para ti!
beijos & abraços!

Cat Stevens - "Father and Son" (single) (1970)

Cat Stevens - "Tea for the Tillerman" (1970)

6 comentários:

  1. Eu gosto deste gato esteves… sempre gostei.
    Começas a ficar com um gosto mais refinado desde que frequentas o Era uma vez uma nêspera… :D :D :D

    Bjis :)

    ResponderEliminar
  2. ahahahahahahahahahahah, gato esteves?, ahahahahahahah!

    Nunca me ocorreria essa do gato esteves! Delicioso!

    beijos sorridentes.

    ResponderEliminar
  3. Feliz dia do pai para todos os que o são e para os que desejam sê-lo. Que sejam felizes e que sejam amados.

    ResponderEliminar
  4. Se fosses fã do Cat Stevens , também o tratarias por gato esteves, é o nome dele em terras lusas :-)
    A minha preferida dele é o “ wild World, sempre me identifiquei com ela, e sempre achei que a minha consciência me a cantava?!
    Beijos dos meus...

    ResponderEliminar
  5. Hugo:
    Fui Fã de Cat Stevens nos meus tempos de adolescente.
    Fiquei nostálgica agora ao ouvir este seu tema.

    Beijinho



    ResponderEliminar