terça-feira, 20 de janeiro de 2015

The Strokes - "Alone, Together"



Os meus queridos Strokes num tema do primeiro álbum "Is this it" de 2001.

The Strokes - "Is this it" (2001)

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Contamino este post com uma imagem do filme "Lágrimas e Suspiros" (1972) de Ingmar Bergman.
Filme de uma frieza arrepiante.

Foto de Hugo Nofx, "Lágrimas e Suspiros" (1972) de Ingmar Bergman

20 comentários:

  1. É a sensação de existir e falhar no hoje as horas do amanhã..... um beijo meu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão subjectiva essa coisa do falhanço... Que se f.... os realizados deste mundo!

      beijo.

      Eliminar
    2. de acordo....... os deste mundo e os do outro que há-de vir........ sorriso a voar

      Eliminar
  2. Uma sensação que me toca também muitas vezes.
    Amigo Hugo,acho que já pode comentar no meu blogue dos gatos , sinceramente este google + é uma confusão ;)
    obrigada ,
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que descobri porque é que você é Fê, e não se trata apenas da letra com que começa o seu nome (isso eu já sabia). Tem a ver com "As Pontes de Madison County"?

      beijo.

      Eliminar
  3. Deixando um abraço. Feliz 2015, muitas alegrias! Eliane

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom Ano, Eliane! Obrigado pela visita!

      beijo.

      Eliminar
  4. Olá, Hugo.

    Não compreendi porque dizes contaminar este post com a imagem desse filme, que não me recordo de ter visto, mas reconheci, de imediato, a actriz Liv Ullmann, a preferida de Bergman.

    Acho que tem tudo a ver com o título e tema da canção dos teus queridos The Strokes, e muito, daquilo que todos nós sentimos em algum tempo, determinado, da nossa vida.

    Beijos!

    PS. Espero que estejas bem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Actriz fetiche do Bergman.
      Janita, já há muito que utilizo esta expressão da contaminação para juntar várias Artes num mesmo post. Maluquice minha!

      beijo.

      Eliminar
  5. Este é um dos filmes mais estranhos e mais angustiantes do Bergman.

    beijocas.

    A Ruiva das Botas Vermelhas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Ruiva, pois é! E é dos que pede mais disponibilidade do espectador!

      beijo.

      Eliminar
  6. Well. well...Andas a festejar, Hugo?

    Com a vitória do Syriza e a promessa feita por Alex Tsipras de reverter as medidas de austeridade, vai haver muita incerteza no ar, não? Digo eu!!

    Diz coisas! :-))

    Beijos !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este teu comentário, Janita, fez-me lembrar uma frase genial do Kafka!

      "O facto de que não há outra coisa senão o mundo espiritual, retira-nos a esperança e dá-nos a certeza."

      Esta frase é lapidar em relação ao que se sente neste mundinho onde (sobre)vivemos. A certeza da miséria na Grécia (e por cá), miséria terrena, não é inevitável! Os factores podem ser alterados, e os factos serem outros!
      Vamos ver o que isto dá!

      beijo.

      Eliminar
  7. HUGOOO ESTOU VENDO UM SHOW SUPER DOS FOOFIGTHERS AO VIVO TA DEMAIS LEMBREI DE VOCE BEIJOOOO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anamariaaaaa, bem-vinda de volta! Os Foo Fighters são muito fixes! Eu vi-os ao vivo no Optimus Alive em 2011. Grande dia !!!

      beijo.

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Qual dia, Joaninha???

      Adoro o Bergman!

      beijo.

      Eliminar
  9. Feliz aniversário, Hugo.

    Beijo de parabéns. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, nêspera!
      Aparece mais vezes!
      beijo.

      Eliminar