quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Fast Eddie Nelson - "Dancin' in the River"



Pode-se escrever sobre a Festa do Avante, duas semanas depois?... Aqui no blog do Hugo Nofx pode-se (quase) tudo. Pois bem, aqui vai sem desenvoltura alguma, porque a falta de leitura e embrutecimentos consequentes, são por demais evidentes na minha pessoa, que sou eu...
Sexta-Feira dia 5, depois de uma breve volta pelo recinto para cheirar o ambiente de que já tinha saudades, rumo até ao Palco Solidariedade para assistir aos PuntzkaPuntz, banda da Parede com nome em forma de beat e uma miscelânea de influências que é propícia à loucura.
Depois desço até ao Auditório 1º de Maio, onde apanho temas emblemáticos dos Mercado Negro, como é o caso de "Oh Lua", cantado em sintonia com um Povo já quentinho.
Regresso ao Palco Solidariedade, onde se seguiu uma orquestra numerosa de músicos competentes, os Muri Muri, que nos levaram numa viagem de tantas referências musicais, cinéfilas e televisivas, que para memória futura teria que ter apontado num caderno que nunca tenho nestas ocasiões.
Ainda neste Palco, chega a hora de uma personagem que já tinha visto o ano passado no Café Concerto da mesma Festa... Nelson Oliveira do Barreiro, mais conhecido como Fast Eddie Nelson, que nos remete logo para Fast Eddie Felson interpretado por Paul Newman no filme "The Hustler", realizado por Robert Rossen em 1961. Curiosidade que só acentua o fascínio por este guitarrista/intérprete que eu adoro ver em palco. Aquela guitarra tem sempre um som estimulante, mesmo que o intérprete já tenha bebido mais do que a conta, como eu na altura... Vibrações etílicas apenas quebradas por alguns discursos alongados entre temas que apetece ouvir a noite toda...
A música que publico pertence ao álbum "Riverman" de 2011.

Fast Eddie Nelson - "Riverman" (2011)

Como fiz a referência ao filme "The Hustler", convém talvez salientar que se trata de um dos meus filmes preferidos. Aqui fica um cartaz dessa obra que é um monumento em forma de Cinema.

"The Hustler", realizado por Robert Rossen (1961)

À semelhança de outros anos, explorei o Espaço Internacional na Sexta-Feira. Para além da abençoada cerveja Guinness com os animados irlandeses ao som dos Pogues, tenho de salientar um CD incrível que comprei na banca da FRELIMO, trata-se da estreia em disco do baixista e compositor Carlos Gove, moçambicano que junta os sons mais tradicionais ao Jazz mais irresistível! Um poema em forma de disco delicioso e viciante! Este primeiro registo chama-se "Massone" e abriu-me horizontes no acaso mágico de uma Festa que não há igual. Falarei num futuro post deste CD irresistível.
Ali ao lado, no Avanteatro, A Barraca é homenageada com referências ao percurso histórico desta companhia que faz parte do nosso imaginário. Maria do Céu Guerra está próxima, quando tiro esta foto de uma recordação acentuada pela presença na memória do meu professor César Oliveira. Meu professor, precisamente no ano em que estreia esta peça inesquecível e que tanto me marcou! Monumento sobre a Guerra Civil de Espanha decantado em forma de Teatro lindo!

"Viva la Vida!", um assombro em forma de Teatro! Amei tanto esta peça!
E que tal uma reposição, tantos anos depois, em forma de homenagem ao César?
Talvez seja pedir demais...

Se escrevi tanto sobre o dia onde se passam menos coisas na Festa do Avante, como será acerca dos dois dias seguintes deste convívio tão especial?... Espero sobreviver para tal...

Agora, vou ver o meu Sporting na Liga dos Campeões, e já volto!...

8 comentários:

  1. Viva a festa do Avante e o nosso Sporting!

    beijinho amigo Hugo

    ResponderEliminar
  2. Viva la Vida! Besos!

    ResponderEliminar
  3. Então e os dois dias que faltam da Festa do Avante? Quando é que contas!
    beijos.

    A Ruiva das Botas Vermelhas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está quase, Ruiva, está quase...
      beijos!

      Eliminar
  4. Olá Hugo,
    a quê é que tu não sobreviveste, ao Sporting na liga dos campeões ou aos dois dias seguintes de Festa??
    Este ano não fui . :-(
    beijos dos meus...
    Olinda
    (Vou tentar como anónimo a ver se consigo publicar o comentário, não tenho conseguido, não sei o que se passa???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olinda, afinal de contas sobrevivi a tudo...
      Brevemente falarei dos 2 dias que faltam e do Sporting.
      beijo verde.

      Eliminar